Manjedoura Vazia


Quando Você vier, quero estar esperando.  Não desejo me distrair com as luzes do sucesso, com os holofotes das conquistas e nem com o brilho do poder. Quando Você estiver chegando, não quero estar na busca desenfreada dos meus próprios planos, lutando pelos meus desejos ou ocupada com a minha “felicidade”. Quando Você estiver vindo, não quero estar nas lojas comprando presentes, nas filas dos shoppings ou nas ruas do centro. Quero me surpreender com a Sua chegada, com a grandeza da alegria do mais feliz encontro, com a sublime troca de olhares, com o sorriso tão querido... Mas não quero ser surpreendida por não estar onde deveria e me “perder” de Você.  Quando Você vier, quero que sejas meu encanto! Pois não quero estar fascinada pelo provisório. Quando Você estiver chegando, desejo que meu coração reconheça os seus passos, ou quem sabe, o seu choro de Menino. Quando Você estiver vindo, quero ser manjedoura vazia. Não quero estar tão cheia de mim e sem espaço para o Amor nascer.  Quando Você chegar, quero ouvir o silêncio da Adoração, do Céu que toca a terra do meu ser. Não quero que o barulho de dentro e de fora me façam deixar de ouvir o que realmente importa.  Ah! Quando Você vier, que grande alegria! Que Noite bendita! Ah! Quando Vocês estiver chegando, que feliz espera! Que doce esperança! Ah! Quando Você estiver vindo, que certeza de ter escolhido a melhor parte! Que misericórdia revelada! Por isso, como quero estar realmente esperando!

Comentários