Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2011

Desculpa, Amy!

Imagem
Amy,
Eu não sei onde você está agora, mas quero que esta carta seja um pedido, uma oração e uma prece a Deus por você.
Você não me conheceu e nem eu te conheci, além é claro, do que vi aparecer nos jornais, nas fotos e nas revistas sobre a sua vida. Mentiras e verdades de uma história cheia de especulações; exposição exagerada de uma intimidade devastada. Porém, sei que a sua vida mexeu com a vida de muitos, no entanto, para mim, a sua morte me tocou profundamente.
Mas não estou aqui para te julgar, para jogar pedras nas suas quedas ou para brincar de adivinhar o dia da sua morte, como muitos fizeram. Não sou melhor do que você em nada. Também não estou aqui para investigar a sua morte e tentar descobrir como ela aconteceu, muitos outros já se encarregaram de fazer isso.
Estou aqui para te pedir desculpas, pois você se foi sem saber que enquanto você cantava “Não, não, não..”, Deus dizia ” Sim, sim, sim..” ‘à decisão de te amar até as últimas consequências.  Enquanto você acreditava …

Meu Novo Amigo Tempo

Imagem
O tempo é um aliado muito poderoso quando não temos mais tanta pressa. Tenho pensado muito nisso e me alegro ao perceber que com o tempo, o coração vai aprendendo a refinar desejos e a filtrar ilusões.  Em Deus, tudo vai encontrando o seu lugar e nos decidimos a ser mais felizes. No seu tempo, as podas trazem dor, mas nos deixam leves para seguir no caminho. O simples se torna mais importante e o lógico, às vezes, não se torna a melhor opção. As entrelinhas do caminho parecem contar os segredos dos fatos e a vida continua sendo uma grande novidade, talvez maior do que antes. Com o tempo, vamos desaprendendo a querer saber de tudo e nos surpreendendo com o que Deus decidiu para nós.  Os erros nos deixam mais humildes e a nossa fraqueza  nos torna mais compassivos. Aprendemos que rir de nós mesmos é melhor do que entrarmos numa luta desigual. Aprendemos também que ser forte é ser capaz de chorar de saudade, de sofrer por não conseguir e de recomeçar a cada decepção consigo. Descobrimos …