Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2010

O Pequeno Passarinho

Imagem
“O passarinho quereria voar para o Sol brilhante que lhe fascina o olhar; quereria imitar as Águias, suas irmãs, que vê elevarem-se até ao fogo divino da Santíssima Trindade... Pobre dele! tudo quanto pode fazer é agitar as suas pequenas asas; mas levantar voo, isso não está no seu pequeno poder! Que será dele? Morrerá de desgosto, ao ver-se impotente?... Oh, não! o passarinho nem sequer se vai afligir. Com um audacioso abandono, quer ficar a fixar o seu divino Sol. Nada seria capaz de o assustar, nem o vento nem a chuva; e se nuvens sombrias chegam a esconder o Astro do Amor, o passarinho não muda de lugar, pois sabe que para além das nuvens o seu Sol brilha sempre, e que o seu brilho não se poderia eclipsar nem por um instante sequer.

É verdade que às vezes o coração do passarinho se vê acometido pela tempestade; parece-lhe não acreditar que existe outra coisa, a não ser as nuvens que o envolvem. É então o momento da alegria perfeita para a pobre e débil criaturinha. Que felicidade p…

Tipos de Cristãos

Com certeza, nos indentificaremos com algum tipo de cristão ou identificaremos algum.

Cristão de Nome

"Sou cristão, mas não gosto muito de dizer, afinal, religião é tão pessoal, você não concorda? E é também por esse motivo que não ando nem com a Bíblia, com a cruz ou com o terço. Sempre vou à missa quando alguém casa ou quando alguém morre, acho isso muito importante. Mas no domingo é queimação sair do churrasco e dizer que vou à Igreja. Não conheço muito esse “novo” Papa, mas acho que ele é meio antipático, li na revista que ele não é muito bom. Já me confessei na primeira eucaristia, mas nunca mais fiz isso de novo, afinal, esse negócio de pecado é tão relativo. Já fui ao grupo de oração do meu amigo, mas desisti. Mas preciso dizer que apesar de tudo isso tenho fé e que rezo sempre antes de dormir. Deus é tudo na minha vida! Só não tenho muito tempo pra essas coisas. Ainda bem que Ele me protege do mal mesmo assim, comprei até uma medalhinha benta e não tiro do pescoço. Minha …

Beijar ou não beijar?

Queria partilhar um texto muito interessante do meu amigo Felipe Bezerra. Você pode conferir o texto na versão original em inglês no blog dele: http://shalomfelipe.wordpress.com/ .


"Eu estava conversando com alguns amigos alguns dias atrás e uma das minhas amigas contou de um "jogo" que ela sabia ou que viu pessoas jogando (talvez ela jogou), numa festa. Ela falou sobre um colar que você coloca em alguém que você quer beijar, se você aceitar o negócio é que você pode beijar a pessoa. O fato é que este, que recebeu o colar, beija duas pessoas: uma ao receber o colar e outra ao passar adiante. Ela falou sobre outros tipos de jogos de beijar que você acaba beijando todo mundo ao redor.

Não tenho nada contra essa pessoa (ela é uma menina joia) ou contra as pessoas que beijam alguém no mesmo dia que conhecem a outra pessoa. Eu só quero dizer que eu não faria isso e porquê eu não faria (talvez eu possa fazê-lo um dia, eu simplesmente nunca fiz isso, e eu não quero fazê-lo).

Me…

As Pontes

Imagem
Em qualquer travessia, elas ajudam a seguir. Unem abismos, encurtam distâncias e abrem caminhos. Tornam possíveis os laços e se entregam para que outros cheguem. Vivem a solidão dos extremos e o martírio da oferta. São essenciais na jornada, mas fáceis de serem esquecidas depois de atravessadas. Mesmo quando são grandes, sempre se fazem pequenas porque entendem a missão de serem apenas passagem. Não prendem nada a si.

As pontes que eu conheço não são somente as de concreto ou as madeira. São fortes em sua estrutura, mas têm nome e têm alma. Possibilitam a minha existência e me fizeram chegar até aqui. Ou melhor, me fazem ser quem eu sou. Elas sorriem e choram. Continuam sendo o que são. A maioria delas podem ser chamadas de "Ananias". E todas estavam no lugar exato e no tempo preciso.

Muitas se fizeram só para que eu passasse. Muitas caíram para suportar o meu peso e o peso dos meus pecados. Muitas me desafiaram a confiar e todas me fizeram ir mais longe. Deram-me seguran…

Minha Mãe...

Imagem
Teus olhos estão voltados para Ele, e quando te olho, também começo a olhá-Lo. Teu coração é um com o Dele, quando te amo, também começo a amá-Lo. Teu silêncio é presença de amor. Tua fé é sinal de esperança. Tua vida é caminho para a Vida, ponte segura nas travessias indispensáveis. Estrela que anuncia a Aurora, reflexo da Luz na minha noite e na minha escuridão. Conheceria menos da ternura do Terno se o teu cuidado não pudesse sentir. Sentiria mais frio sem teu inflamado coração. Caminharia mais sozinha sem a tua proteção. No colo do Teu filho aprendi a te conhecer. Na Cruz, aprendi a te amar. Minha fé seria mais pobre sem a tua. Sou fraca, preciso da tua intercessão, sem ela, demoraria muito mais para me render. Não temo te amar tanto assim. Não temo acreditar na tua santidade. O Teu amor a Jesus não permite me afastar. Teu lugar na minha vida faz Cristo chegar ao dele. A delicadeza forte do teu amor e do teu sim não é ofuscada na minha história porque a tua história é a história …

RELEMBRANDO...

Algumas pessoas que conheceram o blog agora, pediram para que eu postasse novamente o texto mais acessado e o que eu mais "gostei". Para mim, dois marcaram esse primeiro mês do "As Margaridas do Inverno". Escolhi para hoje o SIMPLESMENTE DELICADO (o mais acessado) que nos fará relembrar esse caminho que temos feito. Amanhã coloco o outro. Boa semana a todos! Com vocês:


SIMPLESMENTE DELICADO



Eu acredito que o amor é “mais forte do que a morte”, ele é poderoso e “nem as torrentes das grandes águas poderão apagá-lo”. Mas eu acredito que o amor, com toda a sua potência, é extremamente delicado.

O amor sempre pede passagem e só entra se for convidado. Ele não se importa em esperar até que você abra a porta. O amor se preocupa se você está bem e pergunta como foi o seu dia. O amor é sutil, se preocupa com os pequenos detalhes e sempre sabe como agir, pois apesar de ser constante, sabe lidar com os imprevistos.

O amor nunca incomoda, é respeitador ao extremo e arrisca tudo e …

A ESPERA DO AMOR

O amor espera. Espera sem pressa. O amor espera com confiança, “esperando contra toda esperança”. O amor espera no silêncio, na paciência, na crença de que tudo tem seu momento oportuno. O amor espera na tristeza e encontra na dor motivos para continuar a esperar. O amor espera o dia seguinte, a próxima semana e o próximo mês. O amor espera contando os dias e somando as saudades. O amor espera a primavera, mesmo se no inverno já chegou. O amor espera sentado no banco da fidelidade, na estação da liberdade. O amor espera com muita lealdade, olhando atento quem partiu. O amor espera sem deixar de sonhar. O amor espera sem deixar de ser amor. O amor espera o tempo do diferente. O amor espera quem ainda não chegou. O amor espera mesmo sem esperança. O amor espera mesmo sem lembrança. O amor espera o que viu e espera ainda mais o que não enxergou. O amor não teme esperar. O amor não teme a espera. O amor espera sem se entregar. O amor espera a aurora e não desperta sem o outro querer. O …

A ignorância faz parte da prova...

A ignorância faz parte da prova

O medo participa da entrega

E a alegria caminha com a dor

A confiança conhece o inesperado

Assim como o futuro conhece o que passou

Mas o que Deus nos tem reservado

“Nenhum olho viu”

Nenhum coração ousou sonhar

E nas idas e vindas da vida

Ouvimos a melodia da rotina

Mas dançamos conforme a música do Autor.